Exatos 336 dias após PSOL e Rede protocolarem pedido de cassação no Conselho de Ética da Câmara, o plenário da Casa inicia hoje o julgamento do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Aliados vão tentar adiar a votação para depois das eleições municipais. Se não conseguirem o apoio da maioria dos parlamentares para o adiamento, vão pedir que o plenário vote um projeto de resolução e não o parecer pela cassação. Isso abriria a possibilidade de inclusão de uma pena mais branda. Ontem, o STF negou pedido do deputado para que a Câmara vote o projeto de resolução. A sessão está marcada para começar às 19 horas, sem previsão de término. Conforme o jornal O Estado de S.Paulo, 280 deputados já declararam voto a favor da perda de mandato - são necessários 257 para a cassação.

Elaboração: Contatos Assessoria

 

   
Categoria
 
Alerta Feminista

Agenda do Congresso

Notícias

Artigos e Textos

Djumbai

Diálogos e Mobilizações

Publicações
 
 
 
Artigos Recentes
 
 
 
 
CFEMEA
O Centro Feminista de Estudos e Assessoria é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos.
 
AUTOCUIDADO E CUIDADO
ENTRE ATIVISTAS
   
UNIVERSIDADE LIVRE FEMINISTA
   
   
LINHA DO TEMPO CFEMEA
 
 
+55 61 3224 1791
   
  FALE CONOSCO
 
Brasília
SCS Quadra 2 Bloco C
Ed. Goiás, Sala 602
Brasília, DF - Brasil
CEP 70317-900