Várias redes e articulações feministas de diversos países e de diferentes continentes estiveram reunidas em Montevideo preparando-se para o IV Fórum Social Mundial, que será realizado na Índia. A reunião, chamada de Metaforo, foi organizada pela Articulação Feminista MarcoSur e contou com a participação de representantes de Católicas pelo Direito de Decidir, REPEM/DAWN, Mulheres Vivendo sob Leis Muçulmanas, º Articulação de Mulheres Brasileiras, Comissão Internacional de Direitos humanos para Gays e Lésbicas, Rede Mulher e Saúde da América Latina e Caribe, Coalizão Jovem, Comisão Nacional de Seguimento de Cairo e Beijing (Uruguai), Coordenadora de Mulheres do Paraguai, Rede Mulher e Habitat, Campanha Regional 28 de Setembro, além de representante da Rede Nacional de Organizações Autônomas de Mulheres da Índia, que é também integrante do Conselho Internacional e do Comitê Organizador do IV FSM.

Convencidas de que "Outro mundo é possível" e, mais ainda, que deve e pode ser melhor, as várias redes feministas reunidas no Metaforo reconhecem que o impacto da globalização na vida das mulheres demanda uma resposta que se construa também a partir dos movimentos de mulheres, em particular, com o aporte das feministas.

O crescimento impressionante na participação entre o primeiro e o terceiro Fórum Social Mundial expressa o grande interesse das sociedades civis democráticas e dos movimentos regionais e globais em promover e construir solidaridades e alianças globais, reconhecendo que na diversidade desta força e expressão está base da unidade.

Neste marco, é imprescindível que as mulheres participem nos debates e propostas consolidando uma corrente política capaz de realizar alianças que possibilitem sua incidência nos espaços de tomada de decisão, garantindo a pluralidade de pontos de vista e sensibilidades na construção de alternativas à globalização neoliberal.

Desde o II FSM, por iniciativa da Articulaçao Feminista MERCOSUR, as feministas vêm desenvolvendo a campanha "Contra os funda-mentalismos, o fundamental é a gente". Esta campanha busca "amplificar las vozes" que se opõem às práticas, discursos, representações sociais discriminatórias. Desde 2002, a campanha promoveu testemunhos de mulheres de Israel, Palestina, Estados Unidos, Afeganistão, Filipinas, Nigeria e Brasil, que viveram ou vivem o fundamentalismo na propria carne. Estas vozes inspiraram o slogan TUA BOCA, FUNDAMENTAL CONTRA LOS FUNDAMENTALISMOS.

Partindo desta idéia força, e considerando que uma das questões centrais do IV FSM será a luta pela paz; as bocas também estarão denunciando e lutando contra todas as guerras, amplificando as vozes que se opõem à violencia nas suas várias expressões, inclusive aquelas invísiveis, enfrentadas pelas mulheres nos seus cotidianos.

O IV FSM, vai enfocar os seguintes temas: globalização imperialista; fundamentalismos; castas e racismo; patriarcalismo; e militarismo. Os eixos temáticos a serem trabalhados serão: militarismo, guerra e paz; mídia, informação, conhecimento e cultura; democracia, segurança ecológica e econômica; e exclusão, discriminação, dignidade, direitos e igualdade.

Além da paridade de gênero em todos os painéis, já garantida pelo Comitê Organizador indiano, uma Conferência enfocando as relações de gênero e alguns painéis, que serão organizados pelas redes e articulações feministas.

O Metaforo decidiu realizar uma reunião prévia entre as organizações feministas que participarão do IV FSM. A realização do evento está sendo organizada pela Articulação Feminista MarcoSur e outras redes interessadas. A logística foi assumida pela Rede Nacional de Organizações Autônomas de Mulheres da Índia.

Estima-se o IV Fórum contará com a participação de cerca de 56 mil pessoas, sendo 12 mil da América Latina e Europa, 4 mil da Ásia e 40 mil da Índia. As inscrições já estão abertas. Maiores informações sobre o IV FSM podem ser obtidas no web site www.forumsocialmundial.org.br, ou www.wsfindia.org. Outras informações sobre a Articulação Feminista MarcoSur e a Campanha estão disponíveis em www.mujeresdelsur.org.uy.

   
Categoria
 
Alerta Feminista

Radar Feminista no Congresso

Notícias

Artigos e Textos

Diálogos e Mobilizações

Publicações
 
 
 
Artigos Recentes
 
 
 
 
CFEMEA
O Centro Feminista de Estudos e Assessoria é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos.
 
AUTOCUIDADO E CUIDADO ENTRE ATIVISTAS
   
UNIVERSIDADE LIVRE FEMINISTA
   
LINHA DO TEMPO CFEMEA
   
 
 
+55 61 3224 1791
   
  FALE CONOSCO