“Nós somos as margaridas, mulheres, movimento e organização dando o grito de alerta contra toda e qualquer opressão!” Esse foi o refrão do hino das margaridas, cantado repetidamente pelas 20 mil trabalhadoras rurais que estiveram em Brasília no dia 10 de agosto para fazer a maior manifestação nacional de mulheres do campo ocorrida no Brasil.

“Queríamos mostrar a cara das trabalhadoras rurais, que trabalharam duro para poder estar aqui”, disse a coordenadora Nacional de Mulheres da Contag, Raimunda de Mascena. Elas vieram e trouxeram filh@s, maridos e companheiros solidários à luta por seus direitos. Em 32 anos de reforma agrária, as mulheres representam somente 12% dos beneficiados e 7% dos trabalhadores que receberam crédito agrícola pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

A manifestação contou com a organização da CONTAG, CUT Nacional, Movimento das Quebradeiras de Côco, Movimento de Mulheres Trabalhadoras Rurais – MMTR-NE, Conselho Nacional de Seringueiros, União Brasileira de Mulheres – UBM e Movimento de Luta pela Terra – MLT. A Marcha das Margaridas integra as manifestações que marcam a Marcha Mundial das Mulheres.

   
Categoria
 
Alerta Feminista

Radar Feminista no Congresso

Notícias

Artigos e Textos

Diálogos e Mobilizações

Publicações
 
 
 
Artigos Recentes
 
 
 
 
CFEMEA
O Centro Feminista de Estudos e Assessoria é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos.
 
AUTOCUIDADO E CUIDADO ENTRE ATIVISTAS
   
UNIVERSIDADE LIVRE FEMINISTA
   
LINHA DO TEMPO CFEMEA
   
 
 
+55 61 3224 1791
   
  FALE CONOSCO