nosso voto2

O Guia do Sexo Mais Seguro é um repositório de informações online sobre a prevenção do HIV e da AIDS e de outras infecções sexualmente transmissíveis como a sífilis, a gonorreia e a hepatite.

 

ABIA

Organizada pelo Projeto Diversidade Sexual, Saúde e Direitos entre Jovens da ABIA, a publicação oferece informações empíricas e científicas sobre as infecções. Além disso,  traz vários contos eróticos que tratam das fantasias que envolvem o sexo mais seguro e exibe muitas imagens informativas. Confira!

Modulo 1 – Sexo Mais Seguro:  O primeiro passo para termos sexo divertido, prazeroso e saudável é falar sobre o tema. Mesmo que ainda continue sendo tabu falar abertamente e espontaneamente sobre sexo, hoje em dia é necessário ter esse tipo de conversa. Falar sobre as variações sexuais que gostamos e as medidas que podemos tomar individualmente e em parceria ou em grupo é uma maneira de fortalecer a confiança e aliviar as preocupações e temores na hora da transa. Favorece a oportunidade de estabelecermos uma negociação e consentimento entre duas ou mais pessoas para participar de atividades sexuais. Perguntar os desejos e fetiches do(a)s seu/sua(s) parceiro(a)(s) é um bom começo para fazer com que todos(as) nos sintamos à vontade em receber e dar prazer com confiança e segurança.

Clique aqui para baixar.

Um Guia para Mulheres sobre Sexo, Prazer e Saúde:    Este é um guia direcionado para mulheres maiores de 18 anos que vivem ou não com HIV/AIDS. A publicação contém informações sobre como se prevenir do HIV e tem como objetivo disponibilizar informações diversas a partir de uma abordagem mais atualizada e aberta sobre a sexualidade.

Clique aqui para baixar.

Módulo 2 – Sexo Mais Seguro:  As Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), anteriormente conhecidas como Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST’s), são infecções transmitidas de pessoa para pessoa através do contato sexual direto ou indireto e que podem causar graves problemas de saúde, se ignoradas. Há diferentes tipos de ISTs, cujos sintomas são bastante comuns entre si. Uma IST pode ser contraída ao ter relações sexuais (ou outro tipo de contato íntimo) com alguém que tenha a infecção. Muitas pessoas não sabem que tem uma IST porque nem todas essas infecções produzem sinais e sintomas reconhecíveis. Devido aos mitos, estigmas e preconceitos que rondam as ISTs, é comum sentir vergonha, sentimento que imobiliza e impede a procura de ajuda profissional. Porém, é importante lembrar que as mesmas são frequentes, podem ser tratadas facilmente e o diagnóstico precoce facilita o tratamento e cura.

Clique aqui para baixar.

 

Um Guia para Mulheres Trans e Travestis sobre Sexo, Prazer e Saúde:  Este é um guia direcionado para você travesti, intersexo e/ ou transexual (redesignada ou não) que tem interesse em conhecer mais sobre sexo e prevenção ao HIV/AIDS. O objetivo é levar informações sobre como se prevenir mapeando as possibilidades de orientações e práticas sexuais para as mais diversas formas de ser trans.

Clique aqui para baixar.

fonte: https://abiaids.org.br/sexo-mais-seguro-um-guia-sobre-sexo-prazer-e-saude-no-seculo-21/33328

 

 


Receba Notícias do Cfemea

Inscreva-se para nos autorizar a te enviar notícias, boletins e informes do Cfemea

Essa assinatura é gratuita e não representa qualquer compromisso, você pode encerrar sua assinatura a qualquer momento

logo ulf4

Radar Feminista

baderna feminista botao2

Estudo: Elas que Lutam

CLIQUE PARA BAIXAR

ELAS QUE LUTAM - As mulheres e a sustentação da vida na pandemia é um estudo inicial
sobre as ações de solidariedade e cuidado lideradas pelas mulheres durante esta longa pandemia.

Alerta Feminista

voto feminino 90 anos

Angela Davis

Conheça Também

meu voto feminista2

...