Tathiane Malta, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da USP, é uma das ganhadoras do Prêmio L´Oréal Brasil Para Mulheres na Ciência de 2022; pesquisadora busca tratamento para o câncer com base em medicina de precisão

  Publicado: 30/11/2022


Tathiane Malta, pesquisadora da USP em Ribeirão Preto vencedora do prêmio para mulheres na ciência – Foto: Arquivo pessoal

.
A farmacêutica-bioquímica Tathiane Malta, pesquisadora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP, é uma das ganhadoras do programa Para Mulheres na Ciência 2022, promovido pela L’Oréal Brasil, Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e Academia Brasileira de Ciências (ABC). A premiação que acontece nesta quarta, dia 30 de novembro, na sede da L’Oréal Brasil, no Rio de Janeiro, contempla pesquisadoras das áreas de Ciências da Vida, Ciências Físicas, Ciências Químicas e Matemática com bolsas de até R$ 50 mil para apoiar a continuidade de suas pesquisas.

Ganhadora na área de Ciências da Vida, Tathiane investiga um tipo específico de câncer: os gliomas, tumores que se desenvolvem nas células do sistema nervoso conhecidas como glia. “O meu trabalho é estudar como o câncer se desenvolve e como ele progride, e faço isso principalmente olhando para o DNA e o RNA das células tumorais. Eu comparo o DNA e a expressão dos genes entre diferentes tipos de células tumorais e também entre células saudáveis e procuro identificar as alterações que fazem uma célula tumoral sobreviver, ser mais ou menos agressiva, resistir ao tratamento etc”, destaca Tathiane. Ela explica que essas alterações, quando encontradas, são chamadas de biomarcadores tumorais que podem ser usadas para monitorar a doença e ajudar no diagnóstico e no prognóstico.

Outro objetivo da pesquisa é identificar moléculas que possam ser alvos de tratamentos, o que envolve tratar as células com diferentes drogas, no laboratório, e avaliar as alterações que o tratamento provoca nas células. “Meu interesse principal é estudar os gliomas, que são tumores cerebrais bastante agressivos, e melhorar a qualidade de vida de pacientes com câncer, contribuindo para otimizar o diagnóstico e definir o melhor tratamento”, diz a pesquisadora.

Ela ainda explica que seu projeto de pesquisa busca entender as alterações genéticas e moleculares que acontecem em cada tumor, em cada paciente, já que os diversos tipos de câncer possuem evoluções clínicas bastante variáveis. “O meu projeto de pesquisa visa entender quais são essas diferenças, como podemos identificá-las e como podemos tratar os diferentes tipos de tumor para que os pacientes tenham a melhor resposta terapêutica possível. É o que chamamos atualmente de medicina de precisão, que significa individualizar o tratamento para cada paciente”.

Inspirando mulheres na carreira científica

Tathiane destaca sua dedicação, resiliência e amor pelo que faz como fatores que levaram ao prêmio. “É muito importante um pesquisador ser reconhecido e valorizado, especialmente com os desafios atuais. E eu me sinto muito honrada em receber o prêmio para mulheres na ciência. Espero que eu possa motivar e inspirar outras meninas a seguirem a carreira científica”, diz a pesquisadora.

Ao longo de 17 anos, o programa Para Mulheres na Ciência já reconheceu e incentivou 117 cientistas brasileiras, premiando a relevância dos seus trabalhos, com a distribuição mais de R$ 4,7 milhões em bolsas-auxílio.

Também foram premiadas nesta edição: Patrícia Takako Endo, da Universidade de Pernambuco (UPE); Gisely Cardoso de Melo, da Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado, no Amazonas; Grazielle Sales Teodoro, da Universidade Federal do Pará (UFPA); Giovana Bataglion, da Universidade Federal do Amazonas (UFAM); Fernanda Selingardi, da Universidade Federal de Alagoas (UFAL); Daiane Zuanetti, da Universidade Federal de São Carlos (Ufscar).

.
Com informações da L’Oréal Brasil

fonte: https://jornal.usp.br/universidade/pesquisadora-da-usp-vence-premio-para-mulheres-cientistas-com-estudo-sobre-cancer-no-sistema-nervoso/


Coloque seu email em nossa lista

Cfemea Perfil Parlamentar

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

Cfemea Perfil Parlamentar

Violência contra as mulheres em dados

Logomarca NPNM

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Estudo: Elas que Lutam

CLIQUE PARA BAIXAR

ELAS QUE LUTAM - As mulheres e a sustentação da vida na pandemia é um estudo inicial
sobre as ações de solidariedade e cuidado lideradas pelas mulheres durante esta longa pandemia.

legalizar aborto

Veja o que foi publicado no Portal do Cfemea por data

nosso voto2

...