Quase lá: Encontro virtual debate política de proteção de mulheres defensoras de Direitos Humanos

Escuta Pública promovida pelo Cfemea reúne as demandas específica das mulheres e será acompanhada pelo Ministério de Direitos Humanos e Cidadania

 escuta pública ok

Na próxima sexta-feira, 24 de maio, o Cfemea (Centro Feminista de Estudos e Assessoria) promove uma escuta pública no âmbito da Política Nacional de Defensores de Direitos Humanos, com o objetivo de levantar as demandas específicas das mulheres defensoras de Direitos Humanos no Brasil. O encontro, que vai acontecer das 15h às 18h virtualmente e é aberto a movimentos, organizações de mulheres e ativistas autônomas.

 

A escuta pública será acompanhada pelo Ministério de Direitos Humanos e Cidadania (MDHC) por meio do Grupo de Trabalho Técnico (GTT) Sales Pimenta para subsidiar o novo Plano Nacional de Proteção de Defensoras e  Defensores de Direitos Humanos, atualmente em reformulação. O Cfemea é uma das 20 organizações da sociedade civil que compõem o GTT Sales Pimenta, junto com outras 20 representações de órgãos do governo federal.

 

“É fundamental que as mulheres possam dialogar e apresentar suas demandas nesse momento da formulação do Plano Nacional de Defensoras e Defensores de Direitos Humanos. O Brasil é um país com um histórico grande de violações na área de gênero, e as reparações são urgentes”, destaca Amara Hurtado, assessora técnica do Cfemea.

 

Para participar, interessadas devem se inscrever por meio do formulário on-line, no qual deverão informar o endereço de e-mail para receber o link do encontro virtual. As questões levantadas pelas participantes durante a escuta pública serão formalmente encaminhadas ao MDHC para subsidiar a elaboração do Plano Nacional de Defensoras e Defensores de Direitos Humanos.

 

Serviço:

Escuta Pública - Autocuidado e Cuidado Coletivo na proteção das Mulheres Defensoras de Direitos Humanos

Data: Sexta-feira, 24/05/24

Horário: das 15h às 18h

Link de inscrição: https://forms.gle/tZbk9QgzsmsgGRZP8


Matérias Publicadas por Data

Artigos do CFEMEA

Coloque seu email em nossa lista

lia zanotta4
CLIQUE E LEIA:

Lia Zanotta

A maternidade desejada é a única possibilidade de aquietar corações e mentes. A maternidade desejada depende de circunstâncias e momentos e se dá entre possibilidades e impossibilidades. Como num mundo onde se afirmam a igualdade de direitos de gênero e raça quer-se impor a maternidade obrigatória às mulheres?

ivone gebara religiosas pelos direitos

Nesses tempos de mares conturbados não há calmaria, não há possibilidade de se esconder dos conflitos, de não cair nos abismos das acusações e divisões sobretudo frente a certos problemas que a vida insiste em nos apresentar. O diálogo, a compreensão mútua, a solidariedade real, o amor ao próximo correm o risco de se tornarem palavras vazias sobretudo na boca dos que se julgam seus representantes.

Violência contra as mulheres em dados

Cfemea Perfil Parlamentar

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Logomarca NPNM

Cfemea Perfil Parlamentar

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

legalizar aborto

...