No último domingo (2/10), Ana Júlia foi eleita deputada estadual pelo PT, aos 22 anos. É a parlamentar mais jovem da história da Alep

 

atualizado 04/10/2022 8:19

Ana Julia Ribeiro PT 600x400

Reprodução/Redes Sociais

Em 2016, milhares de estudantes de todo o país iniciaram um movimento de ocupação de escolas e universidades em protesto contra a PEC do Teto de Gastos (PEC 241). A jovem Ana Júlia Ribeiro tinha apenas 16 anos na época.

Ela ficou conhecida por confrontar deputados em sessão sobre o tema na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). No último domingo (2/10), Ana Júlia foi eleita deputada estadual pelo PT, aos 22 anos. É a parlamentar mais jovem da história da Casa.

Em 2020, ela já havia sido eleita vereadora de Curitiba. Em 2023, após receber 51,8 mil votos, ocupará uma das cadeiras da Alep.

Durante a movimentação estudantil nacional para ocupar escolas e universidades em 2016, contra o Teto de Gastos, Ana Júlia afirmou, na tribuna da Alep, que os parlamentares estavam com “a mão suja de sangue” pela morte de um aluno que morreu durante uma ocupação.

No Paraná, 850 escolas e 14 universidades foram palco de ocupações. A atuação da jovem no movimento estudantil fez com que seu trabalho ganhasse reconhecimento.

“Na Assembleia Legislativa, o meu compromisso é lutar por uma educação pública de qualidade, crítica e emancipatória, por mais emprego e renda digna, por mais direitos para as mulheres e esperança para os jovens. É nisso que daqui pra frente eu vou colocar toda a minha disposição, toda a minha energia”, afirmou Ana Júlia sobre o novo cargo.

fonte: https://www.metropoles.com/brasil/eleicoes-2022/jovem-que-liderou-ocupacoes-estudantis-em-2016-e-eleita-no-parana

 


Artigos do CFEMEA

Coloque seu email em nossa lista

Cfemea Perfil Parlamentar

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

Cfemea Perfil Parlamentar

Violência contra as mulheres em dados

Logomarca NPNM

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Estudo: Elas que Lutam

CLIQUE PARA BAIXAR

ELAS QUE LUTAM - As mulheres e a sustentação da vida na pandemia é um estudo inicial
sobre as ações de solidariedade e cuidado lideradas pelas mulheres durante esta longa pandemia.

legalizar aborto

Veja o que foi publicado no Portal do Cfemea por data

nosso voto2

...