Uma das ideias da nova gestão é integrar o esporte com educação, saúde e assistência social, por meio dos ministérios

Ouça o áudio

 
É preciso inverter a lógica que sempre colocou como prioridade o esporte de rendimento, disse Ana Moser - Reprodução

 

A ex-jogadora de vôlei Ana Moser cativou os presentes na solenidade em que assumiu publicamente o cargo de ministra do Esporte do governo Lula nesta quarta-feira (4). A missão que ela atribui a si mesma será “garantir direito de todos ao esporte, fazer uma revolução do esporte”, declarou. Segundo a ministra, tal projeto é um pedido de Lula. Uma das ideias base é integrar o esporte com a educação, a saúde e a assistência social, por meio dos ministérios.

Será também preciso criar estruturas que conectem União, estados e municípios para trabalharem em conjunto, de acordo com ela. Ana Moser afirmou que o público-alvo da “revolução” que pretende fazer é o mesmo que é prioridade dos ministérios da Saúde e Educação: crianças e jovens que estão na escola e, de modo geral, a população atendida pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Leia também: "Para acabar com a fome no país, temos a solução", afirmam movimentos populares do campo

É preciso “inverter a lógica que sempre colocou como prioridade o esporte de rendimento, o topo da pirâmide. A estrutura tem que ser garantir o esporte a todos, o que está previsto na Constituição”, declarou, momento em que foi aplaudida.

“Não existe saúde sem atividade física. Já ouvimos esse discurso milhares de vezes, mas dessa vez a janela de oportunidade é única, porque há um grande entendimento do presidente Lula e isso faz toda diferença”, continuou Ana Moser.

Estratégias, recursos e parcerias

A prioridade inicial será “buscar estratégias, recursos e parcerias pra implantar acesso ao esporte e atividade física em todo o país para a maior parte da população que possamos atingir”, acrescentou. A ministra disse que os parceiros para desenvolver o ambicioso projeto irão chegar aos poucos. “Em algumas semanas teremos o time completo.” Isso não significa que as agendas já não estejam sendo organizadas, explicou.

Em termos de legislações, ela citou a Lei Geral do Esporte e o Plano Nacional do Esporte. Defendeu diálogo com o Congresso para que essas legislações “avancem”.

A ministra e o IEE

Ana Moser criou em 2001 o Instituto Esporte & Educação (IEE), “com o objetivo de desenvolver e disseminar a metodologia do esporte educacional e ampliar e qualificar a prática de educação física e esporte em todo o Brasil”, segundo o site da entidade.

O atendimento a crianças e adolescentes em atividades esportivas e socioeducativas, e a formação de professores e estagiários e desenvolvimento de uma metodologia de esporte educacional são as duas frentes do IEE. A agora ministra se licenciou de suas atividades no organismo para assumir o ministério.

 twitter ana moser

fonte: https://www.brasildefato.com.br/2023/01/04/ana-moser-assume-com-missao-de-fazer-revolucao-e-garantir-direito-de-todos-ao-esporte

 


Coloque seu email em nossa lista

Cfemea Perfil Parlamentar

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

Cfemea Perfil Parlamentar

Violência contra as mulheres em dados

Logomarca NPNM

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Estudo: Elas que Lutam

CLIQUE PARA BAIXAR

ELAS QUE LUTAM - As mulheres e a sustentação da vida na pandemia é um estudo inicial
sobre as ações de solidariedade e cuidado lideradas pelas mulheres durante esta longa pandemia.

legalizar aborto

Veja o que foi publicado no Portal do Cfemea por data

nosso voto2

...