495 mulheres foram vítimas de feminicídio no Brasil, em 2022. São Paulo foi o estado com mais registros: 109 casos. A morte de Ana Carolina dá nome aos números, pois ela foi assassinada na zona leste da capital paulista. Os dados fazem parte do terceiro relatório "Elas Vivem: dados que não se calam", elaborado pela Rede de Observatórios da Segurança, lançado nesta semana.

A reportagem é de Caê Vasconcelos, publicada por portal Uol, 06-03-2023.

O que é a Rede de Observatórios

Com o objetivo de monitorar e difundir informações sobre segurança pública, violência e direitos humanos, a rede é formada por sete organizações:

  • Iniciativa Negra Por Uma Nova Política de Drogas, da Bahia;
  • Laboratório de Estudos da Violência (LEV), do Ceará;
  • Rede de Estudos Periférico (REP), do Maranhão;
  • Gabinete de Assessoria Jurídica às Organizações Populares (Gajop), de Pernambuco;
  • Núcleo de Pesquisas sobre Crianças, Adolescentes e Jovens (NUPEC), do Piauí;
  • Núcleo de Estudos da Violência (NEV/USP), de São Paulo.

A íntegra da reportagem pode ser lida aqui.

O tema 'Feminicídios no Rio Grande do Sul e no Brasil' estará sendo debatido nesta quinta-feira, dia 9 de março, no Instituto Humanitas Unisinos – IHU, às 17h30min, por Dra. Suelen Aires Gonçalves – Secretaria de Políticas para as Mulheres – São Leopoldo/RS e Renata de Castilho – Advogada criminalista.

Para mais informações, veja aqui.

O aumento dos Feminicídios no Rio Grande do Sul e no Brasil

Leia mais

fonte: https://www.ihu.unisinos.br/626684-brasil-teve-ao-menos-1-caso-de-feminicidio-por-dia-em-2022-sp-e-rj-lideram


Artigos do CFEMEA

Coloque seu email em nossa lista

Cfemea Perfil Parlamentar

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

Cfemea Perfil Parlamentar

Violência contra as mulheres em dados

Logomarca NPNM

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Estudo: Elas que Lutam

CLIQUE PARA BAIXAR

ELAS QUE LUTAM - As mulheres e a sustentação da vida na pandemia é um estudo inicial
sobre as ações de solidariedade e cuidado lideradas pelas mulheres durante esta longa pandemia.

legalizar aborto

Veja o que foi publicado no Portal do Cfemea por data

nosso voto2

...