Isaque Frederico Silva Ferreira, de 32 anos, atirou na sargento em Stephanie da Silva Magalhães, de 26 anos. Ele foi assassinado por policial penal que estava na festa

 

Vinícius Lemos - Especial para o EM
postado em 16/07/2023 11:07 
violencia feminicidio -  (crédito: Pacífico)
violencia feminicidio - (crédito: Pacífico)

Uma sargento do Exército foi assassinada por um colega, que também é militar, durante uma festa junina na noite dessa sexta-feira (14/7). Ele atirou na mulher por não ser correspondido, dentro de um clube militar, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e foi morto por um policial penal que estava no local.

Segundo testemunhas e relato policial, o sargento do Exército Isaque Frederico Silva Ferreira, de 32 anos, estava na festa junina do Grêmio Recreativo de Subtenentes e Sargentos de Uberlândia (Gressu), no bairro Jaraguá, e atirou contra a colega, acertando várias vezes a mulher, inclusive na cabeça.

A sargento Stephanie da Silva Magalhães, de 26 anos, morreu e outras cinco pessoas foram baleadas, incluindo o namorado dela, que também é militar. Ele foi levado em estado grave para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia, onde segue internado.

O atirador só foi parado quando um policial penal sacou a arma e baleou o assassino, que morreu em seguida.

Além do namorado da sargento, um soldado do Exército está em estado grave no HC-UFU. Os outros três feridos não correm risco de morrer.

Segundo o que foi apurado no local pela Polícia Militar (PM), o motivo do ataque foi ciúmes. o sargento Isaque Ferreira não gostou de ver a colega, por quem seria apaixonado, com outro homem e os baleou.

Em nota, o Exército Brasileiro informou que sobre “os fatos ocorridos na noite de 14 de julho de 2023, no Grêmio Recreativo de Subtenentes e Sargentos de Uberlândia, o 36º Batalhão de Infantaria Mecanizado externa profundas condolências às famílias dos dois militares que perderam suas vidas. Os três feridos foram prontamente socorridos e encontram-se hospitalizados. Por fim, o Batalhão Coronel Cláudio Leig ratifica o seu compromisso em apurar de forma criteriosa o ocorrido, por intermédio de um Inquérito Policial Militar já instaurado".

fonte: https://www.correiobraziliense.com.br/brasil/2023/07/5109339-minas-gerais-sargento-do-exercito-mata-colega-mulher-em-festa-junina.html

 


Artigos do CFEMEA

Coloque seu email em nossa lista

Cfemea Perfil Parlamentar

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

Cfemea Perfil Parlamentar

Violência contra as mulheres em dados

Logomarca NPNM

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Estudo: Elas que Lutam

CLIQUE PARA BAIXAR

ELAS QUE LUTAM - As mulheres e a sustentação da vida na pandemia é um estudo inicial
sobre as ações de solidariedade e cuidado lideradas pelas mulheres durante esta longa pandemia.

legalizar aborto

Veja o que foi publicado no Portal do Cfemea por data

nosso voto2

...