Recentemente, parlamentares foram alvo de ameaças de morte e de “estupro corretivo”; Brasil registra sete casos de violência política contra mulheres negras a cada 30 dias

11 de outubro, 2023 Alma Preta Por Fernando Assunção

 

A vereadora de Belém (PA), Bia Caminha (PT), tem sido alvo de vários tipos de ameaças que citam sua condição enquanto mulher negra e LGBTQIAPN+. Na mais recente, a parlamentar foi ameaçada de “estupro corretivo”.

Na mensagem enviada à vereadora por e-mail, o autor, que se identifica como Doutor Astolfo Bozzônio Rodriguez, narra o que seria uma sessão de “estupro corretivo terapêutico”. A parlamentar registrou Boletim de Ocorrência (BO).

“Isso não é violência (…), uma terapia de eficácia comprovada que ‘cura’ o ‘homossexualismo’ feminino, porque ser ‘sapatão’ é ser uma aberração. Referi-me a bissexuais, pois o ‘bissexualismo’ feminino é uma variante dessa doença chamada ‘lesbianismo’.”, diz a mensagem.

O documento termina com o autor tentando intimidar a vereadora ao dizer que teria acesso a dados pessoais dela. “Se quiser, posso ir na sua casa (já tenho seu endereço) e fazer uma demonstração sem compromisso do Estupro Corretivo Terapêutico. O que acha?”, propõe o homem.

Acesse a matéria no site de origem.

fonte: https://agenciapatriciagalvao.org.br/violencia/violencia-politica/ameacas-a-parlamentares-negras-e-lgbt-ganham-forca-com-conservadorismo-no-congresso/

 


Coloque seu email em nossa lista

Cfemea Perfil Parlamentar

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

Cfemea Perfil Parlamentar

Violência contra as mulheres em dados

Logomarca NPNM

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Estudo: Elas que Lutam

CLIQUE PARA BAIXAR

ELAS QUE LUTAM - As mulheres e a sustentação da vida na pandemia é um estudo inicial
sobre as ações de solidariedade e cuidado lideradas pelas mulheres durante esta longa pandemia.

legalizar aborto

Veja o que foi publicado no Portal do Cfemea por data

nosso voto2

...