Quase lá: Morre a rainha do rock, Rita Lee, aos 75 anos

Cantora faleceu na noite desta segunda-feira (8). Ela foi diagnosticada com câncer de pulmão em 2021

Brasil de Fato | São Paulo (SP) |
 
Rita Lee foi uma das maiores artistas do Brasil e seguirá fazendo fãs pelo país e mundo afora - Reprodução/Redes Sociais

 

A cantora, compositora e escritora Rita Lee faleceu na noite desta segunda-feira (8) aos 75 anos de idade, em São Paulo. Ela deixa seu marido Roberto de Carvalho e seus três filhos Beto, João e Antonio Lee. 

O comunicado foi feito em seu perfil no Instagram. "Comunicamos o falecimento de Rita Lee, em sua residência, em São Paulo, capital, no fim da noite de ontem, cercada de todo o amor de sua família, como sempre desejou."

O velório, que será aberto ao público, será no Planetário do Parque Ibirapuera, nesta quarta-feira (10), das 10h às 17h. Seu corpo será cremado em cerimônia particular.


Rita Lee ao lado de familiares em 2022 / Reprodução/Redes Sociais

Rita Lee foi diagnosticada com câncer de pulmão em 2021, conforme anunciou em maio daquele ano. O diagnóstico ocorreu durante exames de rotina, e o tratamento realizado combinou imunoterapia e radioterapia. Cerca de um ano depois, em abril de 2022, a família da cantora anunciou a remissão do câncer – “diminuição ou desaparecimento de sinais ou sintomas de um câncer, comumente após a realização do tratamento proposto”, segundo o glossário Controle de Câncer, do Ministério da Saúde. 

No ano passado, a família informou que o câncer estava sob controle. Na época, em julho de 2022, Rita Lee disse que "a parada é dura, mas tem que ter coragem". Seu filho, Beto Lee, chegou a anunciar aos fãs que a mãe estava curada do câncer. "A cura da minha mãe me emocionou pra caralho. Melhor notícia de todos os tempos. Manteve a cabeça erguida, com vontade de lutar e encarou tudo com seu bom humor habitual.” 

Rainha do rock nacional 

Considerada a rainha do rock nacional, Rita Lee iniciou sua carreira na década de sessenta como uma das primeiras mulheres a fazer sucesso a nível nacional dentro do rock. Durante aproximadamente 60 anos de carreira, a cantora acumulou mais de 55 milhões de discos vendidos, tornando-se a quarta artista mais bem-sucedida neste sentido no Brasil, atrás de Tonico & Tinoco, Roberto Carlos e Nélson Gonçalves. 

Ela compôs hits que embalaram gerações e seguem tocando nos rádios e celulares até hoje como Ovelha NegraMania de VocêLança PerfumeAgora Só Falta VocêBaila ComigoBanho de EspumaDesculpe o AuêAmor e SexoRezaMenino BonitoFlagra e Doce Vampiro. Apesar de ser considerada a rainha do rock, Rita Lee flertou com outros gêneros musicais, como o pop rock, disco, new wave, MPB, bossa nova e até mesmo eletrônica. 

Entre 1966 e 1972, Rita Lee fez parte do grupo Os Mutantes. Na época, a banda formada em meio ao movimento tropicalista, participou da famosa apresentação da música Domingo no Parque, ao lado de Gilberto Gil, no terceiro Festival de Música Popular Brasileira da TV Record, em 1967. 

Nesta época também foram gravados seis álbuns, com hits como A Minha MeninaDom QuixoteBalada do LoucoDois Mil e Um e Ando Meio Desligado. 

Depois, entre 1973 e 1978, integrou a banda Tutti Frutti, pela qual passaram diversos artistas. No grupo, Rita Lee lançou o álbum Fruto Proibido, que contém os clássicos Agora Só Falta VocêEsse Tal de Roque Enrow e Ovelha Negra

rita lee profecia

Logo depois deu início a sua carreira solo em parceria com o guitarrista Roberto de Carvalho, com quem foi casada até o fim de sua vida. O primeiro trabalho da dupla foi o álbum Rita Lee, mais conhecido por Mania de Você, lançado em 1979, com os sucessos Chega Mais, Doce Vampiro e a faixa-título. 

Em 2008, quatro anos antes de anunciar a sua aposentadoria, em janeiro de 2012, Rita Lee foi colocado como uma das 100 maiores artistas da música brasileira, segundo a revista Rolling Stone. No ranking, a cantora ocupou o 15º lugar. 

Apesar de ter anunciado a sua aposentadoria, Rita Lee ainda fez algumas apresentações nos anos posteriores. Em 25 de janeiro de 2013, ao se apresentar no vale do Anhangabaú, como parte dos shows de comemoração dos 459 anos da cidade de São Paulo, a cantora disse “Daqui eu não saio", referindo-se à cidade onde nasceu.  

livio campos divulgacao sc rita lee

"Com esse show abre-se a celebração de meus 50 anos trabalhando com música; participei de algumas bandas; tenho trezentas composições; já fiz 1 bilhão setecentos e dezenove milhões e setenta mil shows; entre outros figurinos já me vesti de noiva, boba da corte, presidiária e Nossa Senhora Aparecida; há 36 anos sou casada com Roberto de Carvalho meu maior parceiro musical e pai dos meus 3 filhos”, afirmou.  

Pouco depois, em entrevista à revista Marie Claire, em abril de 2013, disse que “para envelhecer com dignidade, a mulher tem de ter desapego. É muito complexo!". 

Na ocasião, Rita Lee disse que estava “gostando” mais de si. “É o meu processo de envelhecer com dignidade, ver os pontos bons, afastar mágoas que tinha comigo mesma. Eu me perdoei de tudo. Estou me achando legal. Roberto sempre me fala: ‘Pô, se ache legal. Você é legal, é bonita!’. Então, estou aqui, tem umas pelanquinhas, umas rugas, mas estou bem. Tem uma hora que ou você entra na sala de espera da morte ou vê a vida de forma mais leve. Resolvi torcer a favor.” 

Edição: Rodrigo Durão Coelho

fonte: https://www.brasildefato.com.br/2023/05/09/morre-a-rainha-do-rock-rita-lee-aos-75-anos


Matérias Publicadas por Data

Artigos do CFEMEA

Coloque seu email em nossa lista

lia zanotta4
CLIQUE E LEIA:

Lia Zanotta

A maternidade desejada é a única possibilidade de aquietar corações e mentes. A maternidade desejada depende de circunstâncias e momentos e se dá entre possibilidades e impossibilidades. Como num mundo onde se afirmam a igualdade de direitos de gênero e raça quer-se impor a maternidade obrigatória às mulheres?

ivone gebara religiosas pelos direitos

Nesses tempos de mares conturbados não há calmaria, não há possibilidade de se esconder dos conflitos, de não cair nos abismos das acusações e divisões sobretudo frente a certos problemas que a vida insiste em nos apresentar. O diálogo, a compreensão mútua, a solidariedade real, o amor ao próximo correm o risco de se tornarem palavras vazias sobretudo na boca dos que se julgam seus representantes.

Violência contra as mulheres em dados

Cfemea Perfil Parlamentar

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Logomarca NPNM

Cfemea Perfil Parlamentar

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

legalizar aborto

...