Quase lá: “Muitas morreram para eu ocupar esse espaço”, diz vereadora trans em Teresina

Teresina sedia 1° encontro de parlamentares trans negras e negros até domingo (14)

Teresina sedia 1° encontro de parlamentares trans negras e negros (Foto: Jonas Carvalho/ Portal ClubeNews)

Vereadora de Carnaúba dos Dantas, município do Rio Grande do Norte, Thabatta Pimenta (PSol) é a única vereadora transexual da região Nordeste do Brasil. Ela participou do 1° encontro de paramentares trans negras e negros, sediado em Teresina (PI), na manhã desta sexta-feira (12).

O evento busca chamar a atenção da população quanto à luta contra o racismo, preconceito e discriminação sofridos pelas mulheres trans negras. Em entrevista ao Portal ClubeNews, Thabatta Pimenta falou sobre a necessidade de furar o bloqueio social em relação à intolerância.

“Nós vivemos em um país que mais mata pessoas trans e travestis. E dessas pessoas, é a população preta que está morrendo mais. Então, é preciso que nós nos coloquemos mais como aliadas, nos colocando no lugar desses que estão morrendo. Muitos morreram para eu estar ocupando um espaço como esse de hoje”, afirmou.

Thabatta Pimenta, vereadora de Carnaúba dos Dantas, no Rio Grande do Norte (Foto: Jonas Carvalho/ Portal ClubeNews)

Nas esferas da política nacional, as mulheres trans são representadas por 28 vereadoras, três deputadas estaduais e duas deputadas federais. Linda Brasil, deputada estadual eleita pelo estado do Sergipe, destacou a necessidade de garantir a pluralidade na política, com a representação dos diversos seguimentos sociais.

“Isso é muito simbólico. Mostra que cada vez mais a população do Nordeste está reivindicando uma diversidade nos parlamentos de todo o Brasil. Esse encontro é para fortalecer a nossa luta e dizer que nós resistimos, que precisamos de direitos e que cada vez mais estamos ocupando esses espaços”, destacou.

Linda Brasil, deputada estadual pelo estado do Sergipe (Foto: Jonas Carvalho/ Portal ClubeNews)

A Jovana Cardoso, uma das organizadoras do Fórum Nacional de Travestis e Transexuais Negras e Negros (Fonatrans), cobrou a destinação de recursos para o financiamento de políticas públicas voltadas à população LGBTQIAPN+. Segundo Jovana, o Piauí é o único estado do Nordeste que não tem recursos destinados ao financiamento de campanhas para pessoas transexuais.

“Nós somos o único estado do Nordeste que não tem orçamento para a pauta LGBT. Todos os estados têm orçamento, mas o nosso estado não tem. Ou seja, fazer política pública sem orçamento é mentira”, disse.

O evento é realizado no Centro do Teresina e se estende até o domingo (15). Ao final, será construída uma carta com propostas de políticas públicas às mulheres trans. O documento será destinado ao governador, Rafael Fonteles (PT-PI), e ao prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (PRD).

Fonte: https://portalclubenews.com/2024/04/12/muitas-morreram-para-eu-ocupar-esse-espaco-diz-vereadora-trans-em-teresina/ 


Matérias Publicadas por Data

Artigos do CFEMEA

Coloque seu email em nossa lista

lia zanotta4
CLIQUE E LEIA:

Lia Zanotta

A maternidade desejada é a única possibilidade de aquietar corações e mentes. A maternidade desejada depende de circunstâncias e momentos e se dá entre possibilidades e impossibilidades. Como num mundo onde se afirmam a igualdade de direitos de gênero e raça quer-se impor a maternidade obrigatória às mulheres?

ivone gebara religiosas pelos direitos

Nesses tempos de mares conturbados não há calmaria, não há possibilidade de se esconder dos conflitos, de não cair nos abismos das acusações e divisões sobretudo frente a certos problemas que a vida insiste em nos apresentar. O diálogo, a compreensão mútua, a solidariedade real, o amor ao próximo correm o risco de se tornarem palavras vazias sobretudo na boca dos que se julgam seus representantes.

Violência contra as mulheres em dados

Cfemea Perfil Parlamentar

Direitos Sexuais e Reprodutivos

logo ulf4

Logomarca NPNM

Cfemea Perfil Parlamentar

Informe sobre o monitoramento do Congresso Nacional maio-junho 2023

legalizar aborto

...